Pesquisar este blog

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Se vc me esquecer. Pablo Neruda!!


Quero que você saiba uma coisa.
Você sabe como é:
Se eu olhar a lua de cristal, pelo galho vermelho
do lento outono em minha janela,
Se eu tocar, próximo ao fogo, a intocável cinza
ou o enrugado corpo da lenha,
tudo me leva a você,
como se tudo o que existe: perfumes, luz, metais,
fossem pequenos barcos que navegam
rumo às tuas ilhas que me esperam.

Bem, agora,
se pouco a pouco você deixar de me amar
eu deixarei de te amar, pouco a pouco.

Se, de repente, você me esquecer,
não me procure,
pois já terei te esquecido.

Se você considera longo e louco
o vento das bandeiras
que passa pela minha vida,
e decide me deixar na margem do coração
em que tenho raízes,
lembre-se que neste dia,
nesta hora,
levantarei meus braços
e minhas raízes sairão a buscar outra terra.

Mas
Se cada dia,
cada hora,
você sentir que é destinada a mim
com implacável doçura,
se cada dia uma flor
escalar os teus lábios a me procurar,
ah meu amor, ah meu próprio eu,
em mim todo esse fogo se repete,
em mim nada se apaga nem é esquecido
meu amor se nutre no seu amor, amada,
e enquanto você viver, estará você em seus braços,
sem deixar os meus...
Pablo Neruda

Por: Wcastanheira Encontrei este poema e...encantou-me e encantado decidi repassar a vcs, jóias precisam ser expostas, de que vale a beleza sê escondida, de q adianta a luz sê sob a cama? Pra vcs bjos e bjos.

10 comentários:

  1. Oi Amigo
    Que lindo texto parabéns pela escolha Neruda é tdo.
    Bom feriado
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. lindo mesmo esse poema.
    excelente ideia a sua de compartilha-lo

    ResponderExcluir
  3. Jóias são encontradas somente por pessoas sensíveis e de alma boa, assim como vc...
    Beijos, querido!
    Helô

    ResponderExcluir
  4. Grande achado esse!Neruda é maravilhoso!abraços,chica

    ResponderExcluir
  5. Enquanto lia a bela e grandiosa inspiração de Pablo Neruda, visualizei o poeta a declamar para sua musa e amada.

    "ah meu amor, ah meu próprio eu,
    em mim todo esse fogo se repete,
    em mim nada se apaga nem é esquecido
    meu amor se nutre no seu amor, amada,
    e enquanto você viver, estará você em seus braços,sem deixar os meus..."

    Beijitos para Wcast.

    ResponderExcluir
  6. Muito bonito!

    "se pouco a pouco você deixar de me amar eu deixarei de te amar, pouco a pouco." gostei!

    ResponderExcluir
  7. Que preciosidade querido... amor se nutre de amor...
    Doce e sereno final de semana...
    Beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  8. Olà CASTANHA...........

    Marinheiro, fogoso....que ama o mar
    ainda.... que, nele não possa navegar....
    Se por ventura teu barco se afundar....
    Procura meu corpo nas profundezas do mar...
    Não percas tempo... meu corpo inerte....
    te espera.... ardente......

    Vou voltar

    ResponderExcluir
  9. Obrigada amigo!!
    É realmente jóia preciosa!
    Como sempre, maravilhoso estar aqui!
    Um grande abraço
    Bea

    ResponderExcluir