Pesquisar este blog

domingo, 19 de novembro de 2017

Lembro do seu rosto, seu abraço....



Mas acontece tipo assim: lembro do seu rosto, do seu abraço, do seu cheiro, do seu olhar, do seu beijo e começo a sorrir, é assim mesmo, automático, como se tivesse uma parte do meu cérebro que me fizesse por um instante a pessoa mais feliz do mundo, mas que só você, de algum modo, fosse capaz de ativar.
Eu sei, é lindo.
Mas logo em seguida, quando penso em quão longe você está sinto-me despedaçar por inteiro.
Sabe a sensação de arrancar um doce de uma criança? Pois é, sou essa criança e dói.
Uma dor cujo único remédio é a sua presença.
Então sigo assim, penso em você, sorrio, sofro e rezo, peço pra Deus cuidar da gente, amenizar essa dor e trazer logo a minha cura para pertinho do meu coração e junto ao meu ser...

POR: Wcastanheira  Em delírio do poeta, hoje, assim divagando, poetizando, só. Pra vcs bjinhos e bjinhos.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

No seu corpo...Roberto Carlos



No seu corpo é que eu encontro
Depois do amor, o descanso
E essa paz infinita
No seu corpo, minhas mãos
Se deslizam e se firmam
Numa curva mais bonita
No seu corpo o meu momento
É mais perfeito
E eu sinto no seu peito
O meu coração bater
E no meio deste abraço
É que eu me amasso
E me entrego pra você
E continua a viagem
No meio desta paisagem
Onde tudo me fascina
E me deixo ser levado
Por um caminho encantado
Que a natureza me ensina
E embora eu já conheça bem
Os seus caminhos
Me envolvo e sou tragado
Pelos seus carinhos
E só me encontro se me perco
No seu corpo
E embora eu já conheça bem
Os seus caminhos
Me envolvo e sou tragado
Pelos seus carinhos
E só me encontro se me perco no seu corpo
Roberto Carlos

POR: Wcastanheira  Em delírios do poeta, hoje copiando este delírio da inspiração em toda sua plenitude mágica. Pra vcs bjinhos  e bjinhos.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Serei o que você quiser...Clarice LIspector.



Não me prendo a nada que me defina, sou companhia, mas posso ser solidão, tranquilidade e inconstância, pedra e coração.
Sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça e sono, música alta e silêncio.
Serei o que você quiser, mas só quando eu quiser, se me conheces me respeita e me espere, não insista apenas, invista, não fique ligando tentando tomar todo meu tempo, deixe que eu respire, que eu te procure, que eu te busque, se sabes que te amo, não te inquietes, bem ao contrário, te aquietes.
Não me limito, não sou cruel comigo, por vezes descarrilho, saio do tom, mas calma, ao todo, sou bom!
Serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer, se te deixar, creias, não estar contigo, não quer dizer que te abandonei, pois meu coração ainda não sabe fazer certas organizações de espaço…
Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato.
Ou toca, ou não toca.

POR : Wcastanheira   Em delírios do poeta, hoje colando este mimo da mágica poetiza Clarice Lispector. Pra vcs bjinhos e bjinhos.