Pesquisar este blog

sábado, 6 de setembro de 2014

Voa...

VOA
Deixa que meu olhar te persiga...
Deixa que minha alma te encontre...
Deixa que as tuas asas me ensinem,
A força com que enfrentas a tempestade,
A paz com que deslizas sobre a espuma do mar... e deixa...
Deixa-te voar...
Voa ...
Voa bem alto...
Voa...
Voa até onde ninguém te alcance...
Voa até onde ninguém te prenda...
Voa até onde só tu sabes...
Voa...
Voa bem alto...
Voa...
E é nesse teu voar que me inspiro...
Nessas asas que me solto...
Nessa força que me prendo...
Nessa ousadia que me rendo...
Voa...
Voa bem alto...
Voa...
e me leva com vc
Desconhecido

POR: Wcastanheira   Em delírios de um final de tarde, recebi de uma assídua leitora, em carinho à ela, editei, sempre respeito muito a autoria de cada texto ou poema, mas esta pérola chegou com autoria desconhecida, peninha, algo assim, merece autoria, digamos que anjos, sussurraram-na a algum poeta ou poetiza. Pra vcs beijinhos e beijinhos.

4 comentários:

  1. Feliz sábado!
    Lindissimo, uma emoção em palavras onde poderia seer qualquer um de nós a dizer ou sentir.
    Beijinho em seu coração
    Nicinha

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, adoro esse sentimento de liberdade que vem dessas palavras, de ninguém prender e ninguém alcance e nesse embalo vem a emoção do romance, lindo! beijos

    ResponderExcluir