Pesquisar este blog

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Essa noite, meu corpo lembrou o seu toque...

Essa noite meu corpo lembrou do seu toque e a simples lembrança me fez vibrar de prazer, quando fecho os olhos ainda posso sentir o seu toque, o jeito suave que seus dedos passeiam pelas minhas costas e dedilham geograficamente cada ponto de prazer.
Gosto de sentir a pressão do seu corpo contra o meu, gosto quando me puxa a cabeça e me beijas frenética e louca e depois percorres meu corpo como se fosse teu caminho e sua língua ávida vai me deixando embriagado de prazer, você me excita, me enlouquece me leva ao mais alto prazer e depois me faz levitar até o chão.

Gosto quando suas mãos ousadas me acariciam e sobem e descem inquietas, é como se uma corrente quente quisesse esvair de dentro de mim e deixo-me ser possuído por você no vai e vem de dois corpos colados e embevecidos pelo amor desfalecer de prazer.

Logo em seguida na calmaria pós vendaval, só consigo ouvir as batidas que se confundem entre o meu e o seu coração, assim quero adormecer em teus braços e acordar com o toque suave das suas mãos acariciando minha face, buscando um renascer para um novo delírio de prazer.

Ah minha doce amada, amo sentir o toque dos seus lábios sobre os meus, amo poder me aninhar em seu corpo e responder à todas suas caricias, amo quando fala suavemente em meu ouvido e é por isso que eu amo cada toque seu, pois encontro o homem que realmente sou, em cada um deles... Em você...



Em delírios de um final de tarde viajando na delicia de amar com todas as forças da paixão. Pra vcs bjos e bjos
Obs:
Perdoe-me pela falta de ilustração, meu PC sei lá o q houve, entendo nada disso, não quis colaborarrrrrr, nossa relação é péssima um não entende direito ao outro, mas...o tempo corre ao meu favor....

7 comentários:

  1. nem precisou de ilustração, assim fui imaginando, imaginando, e te garanto q ilustrei bem suas palavras!!

    bjos...

    ResponderExcluir
  2. Toques delirantes...

    Bom sabado para vc amigo.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  3. Olá Castanheira,

    Você está, SEMPRE, em delírio num final de tarde. E que delírio!
    Eu leio seus textos, duas, três vezes ou mais.
    Na primeira vez, eu não fico bem, longe de completa, claro. Na segunda, um pouco melhor, e às vezes à terceira é que fico confortável.
    Você escreve, morfologica e sintacticamente tão bem! Sabe juntar sujeito com predicado.
    E no plano sensorial, você tem doutoramento.

    PARABÉNS! PARABÉNS!!!!!!!!!!!

    Bom fim de semana, querido.

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  4. É muito bom podermos lembrar de quem amamos.
    Esta lembrança ajuda a diminuir, um pouco, a dor da saudade...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Serenamente belo esses escrito..parabens.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir