Pesquisar este blog

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Obsessão...


Poetas são loucos e a loucura parece invadir todo o meu ser, com este desejo quase insano que me invade mente e alma, de querer pelo menos te acariciar e contigo deitar ou quem sabe um beijo assim coladinho, encostadinho te dar.
Tentar te deixar louca e te dar um beijo na boca.
O meu amor não tem pudor, nem acanhamento, nem limites dentro do tempo.
Não tem paciência, não aguenta mais este desejo que me faz delirar em tanto sonhar, esperar, imaginar...
A urgência do desejo
E eu te olho, te olho, te olho.
Como se dissesse, vem, estou aqui, olhe aqui, pertinho de ti.
Penso, ela há de perceber, me encosto um pouco, sinto o calor do teu corpo, chego a perceber a aura linda de tua alma.
Espero um gesto, um sinal, uma atitude, que eu possa interpretar como uma resposta.
Uma indicação, a troca de um sorriso, a devolução de um olhar, coisas assim, simples pra mim.
Mas você é uma mulher séria comigo, não me dá sequer um bom abrigo e continua se escondendo atrás dessas teorias e assim nem te brilha no olhar uma faísca de tentação, um descuido por descontração.
Aí que aflição pensar no que eu faria se pudesse, se pelo menos um pouco você percebesse, esta dedicação, esta quase perfeita paixão.
Desejo que não acontece, fica parado no peito, vira então a mais louca e perfeita...
Obsessão!!

POR: Wcastanheira Em delírios do poeta, hoje brincando com este sentimento forte que por vezes nos invade, obsessão. Pra vcs bjinhso e bjinhos

domingo, 9 de dezembro de 2018

O meu amor....Chico Buarque.


O meu amor
Tem um jeito manso que é só seu
E que me deixa louca
Quando me beija a boca
A minha pele inteira fica arrepiada
E me beija com calma e fundo
Até minh'alma se sentir beijada, ai

O meu amor
Tem um jeito manso que é só seu
Que rouba os meus sentidos
Viola os meus ouvidos
Com tantos segredos lindos e indecentes
Depois brinca comigo
Ri do meu umbigo
E me crava os dentes, ai

Eu sou sua menina, viu?
E ele é o meu rapaz
Meu corpo é testemunha
Do bem que ele me faz

O meu amor
Tem um jeito manso que é só seu
De me deixar maluca
Quando me roça a nuca
E quase me machuca com a barba malfeita
E de pousar as coxas entre as minhas coxas
Quando ele se deita, ai

O meu amor
Tem um jeito manso que é só seu
De me fazer rodeios
De me beijar os seios
Me beijar o ventre
E me deixar em brasa
Desfruta do meu corpo
Como se o meu corpo fosse a sua casa, ai

Eu sou sua menina, viu?
E ele é o meu rapaz
Meu corpo é testemunha
Do bem que ele me faz

POR: Wcastanheira  Em delírios do poeta, bem assim com carinho recebi, com carinho partilhei com vcs este mimo do poeta Chico. Pra vcs bjinhos e bjinhos.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Paixão casual...


Foi lindo ver você apaixonado
No primeiro olhar que você deu
No encontro casual na madrugada
Tanta felicidade entre você e eu
Gosto de encontro casual
Pois meu coração parece estar decidido
a estes amores a que é acometido.
Encontro casual, parece ser amor fatal.
Rolava um sentimento sem palavras
Não havia nada pra dizer
A troca de emoção é pura mágica
Quando o impossível pode acontecer
E a realidade virou sonho
Nenhum de nós dois sentia medo
Na boca, o seu sorriso era de anjo
Entre nós dois não tinha mais nenhum segredo
Não vai dar pra pensar
Não vou mais te esquecer
Foi amor e teve tanta intimidade
Arranhou meu coração
Pro meu corpo deu prazer
Foi tão forte que provocou até saudade
Você sempre será o namorado
que com liberdade eu aceitei.

Foi casual eu sei
mas ao casual me entreguei.
Desde que te encontrei na madrugada
Sonhando acordada eu me apaixonei.
Liz  Sonhadora

POR: Wcastanheira Recebi este mimo de uma poetiza, acho q apaixonada num momento casual, pois encontro casual confunde mente e coração, decidi partilhar. Pra vcs bjinhos e bjinhos